Síndico morador ou síndico profissional: qual é o mais indicado para seu condomínio?

27 de julho de 2018
Síndico Profissional

A eleição de um novo síndico e a troca de gestão são momentos que geram ansiedade e até certa polêmica dentro de um condomínio.

Síndico Profissional

Por se tratar de uma função que muitos conciliam com a rotina de trabalho, e que demanda tempo e esforço (dependendo do condomínio, muito tempo e muito esforço!), é comum que não haja candidatos para ocupar o cargo.

O que fazer nesses casos? Será que optar por um síndico profissional é uma boa ideia? Quais são as vantagens e desvantagens da contratação desse profissional?

É sobre isso que vamos refletir hoje. Prossiga com a leitura e descubra o que um síndico profissional pode, ou não, fazer por você e seu condomínio!

O que faz um síndico profissional?

Você sabia que, na falta de um síndico morador, o condomínio edilício pode contratar um síndico profissional, ou seja, um administrador capacitado a prestar serviços de gestão condominial?

A diferença, veja bem, é que o síndico profissional não é um morador do local e não vai conciliar a gestão com outras atividades. A gestão do condomínio é justamente o serviço que ele presta, sua especialidade.

Parece a solução perfeita, certo? Melhor, por exemplo, do que eleger alguém com uma rotina atribulada e que não tem os conhecimentos necessários para exercer a função…

Bem, em princípio sim. Mas é preciso levar em conta que esse profissional provavelmente vai atender alguns empreendimentos ao mesmo tempo. Ou seja, na prática, pode não haver tempo hábil para suprir todas as demandas de seu condomínio. Além disso, o contato com ele pode não ser tão fácil.

Qual é o perfil desse profissional?

Para começar, é essencial que esse profissional tenha boas habilidades comunicativas e seja um exímio administrador. O ideal é que já tenha exercido o cargo de síndico em seu condomínio e possua experiências comprovadas na área de gestão.

E quanto à sua formação?

Bem, não há formação específica para ser um síndico profissional. Experiências nas áreas de Administração de empresas e Contabilidade ajudam no desempenho das funções, assim como conhecimento da legislação referente ao condomínio edilício. Alguns portais oferecem possibilidades de capacitação online. Um dos mais conhecidos é o SíndicoNet.

Pela complexidade da função, é essencial que ele seja alguém focado em resolve problemas, capaz de destrinchar obstáculos em tarefas simples e, portanto, passíveis de resolução.

Cabe destacar que muitos síndicos (ou os próprios moradores) optam por contar com os serviços de uma administradora de condomínios. Nesses casos, enquanto o síndico pode se atentar ainda mais às funções estratégicas da gestão, a administradora se encarrega de o auxiliar no que diz respeito às funções administrativas e no cumprimento de exigências legais. O relacionamento dos dois é complementar, portanto, saber se haverá o envolvimento de uma administradora na gestão poderá influenciar diretamente sua escolha.

Quando contratar?

A demanda por um síndico profissional geralmente surge quando não há moradores voluntários ou aptos a exercer o cargo.

Então, antes de tudo é preciso levar em conta as características do condomínio. Estamos falando da estrutura do imóvel, como a quantidade de torres e unidades, a quantidade de áreas de lazer e as manutenções necessárias.

Condomínios com pendências jurídicas ou trabalhistas, conflitos constantes entre moradores, e estrutura física mais antiga costumam se beneficiar desse tipo de serviço especializado.

Como é efetuada a contratação e o pagamento?

Assim como o síndico morador, o síndico profissional deve ser eleito numa assembleia, com 2/3 dos votos.

Antes de chegar a esse momento crucial, contudo, é comum que haja uma pesquisa sobre os profissionais disponíveis no mercado e uma seleção de histórico, conhecimentos na área e experiências.

A assembleia de eleição é o momento de alinhar as expectativas dos moradores e com a proposta de trabalho do profissional selecionado.

O contrato assinado entre o condomínio e o profissional será um contrato de prestação de serviço. Nele, ficarão determinadas suas reponsabilidades, o tempo dedicado ao condomínio e a remuneração.

Assim, ele se torna um funcionário terceirizado do condomínio, emitindo Nota Fiscal a cada mês.

Quais são as vantagens e desvantagens de contratar um síndico profissional?

Como em qualquer iniciativa, a contratação de um síndico profissional traz algumas vantagens e desvantagens e é preciso conhecer bem cada uma delas antes de fazer essa opção.

Confira nossa lista de comparação.

VantagensDesvantagens
  • Em caso de conflitos e disputas no condomínio, o síndico profissional será uma pessoa isenta, capaz de fazer uma mediação imparcial e resolver o problema com maior eficácia.
  • Por não ser um morador do condomínio, pode não se envolver tanto em seu dia a dia. O acesso a ele pode não ser tão fácil.
  • Supre a demanda de forma profissional quando nenhum dos condôminos tem disponibilidade para fazê-lo.
  • Não é o responsável pelo condomínio e, caso faça uma má gestão, pode prejudicar intensamente a vida dos condôminos.
  • Conhecimento de causa, pois como sua especialidade é gestão, terá mais facilidade para resolver os problemas do dia a dia.
  • Reaver prejuízos em caso de má-gestão pode ser bem difícil.
  • Dedicação exclusiva à gestão.
  • Maiores custos, já que a remuneração costuma ser bem mais alta do que a de um síndico morador.

Como você pôde perceber, caberá aos moradores ponderar os prós e os contras da contratação desse profissional, levando em conta a situação e a complexidade do condomínio e seus principais desafios.

Qual é o papel que a tecnologia desempenha na aproximação entre síndicos e moradores?

Você já parou para pensar que o principal impacto da tecnologia acontece na comunicação e na automatização de funções mais burocráticas?

Tecnologia para Síndico Profissional

Aqui na Winker, sabemos disso, e fazemos de tudo que para que esse enorme potencial facilitador guie nossos passos e nossas criações.

Por esse motivo, nos orgulhamos de ter criado um aplicativo focado nas reais necessidades dos síndicos e condôminos brasileiros.

Nosso aplicativo abrirá para você, síndico, um canal de comunicação mais limpo com os moradores — com mais organização e transparência para influenciar beneficamente níveis de engajamento, e até mesmo inadimplência. Além disso, disponibiliza uma gama de funcionalidades automatizadas, facilitando a rotina da gestão condominial.

Interessado em saber um pouco mais a respeito das funcionalidades do aplicativo Winker?

Ansioso para testá-lo e comprovar seus benefícios em seu dia a dia? Saiba mais a respeito de nosso software para condomínio e conheça nossa proposta para promover mais vida inteligente em condomínio!

Top